Sociedade

A experiência do Malawi

“O B+ é uma terapia que já está a ser implementada no Malawi. E revela-se importante que nós adoptemos este método pois, sabemos que mulher grávida possui um risco maior de contrair o

 vírus do HIV e normalmente esta infecção é mais grave nas gestantes e a transmissão para o bebé é muito mais rápida e elevada”, conta ainda Inês Zimba.

Estudo realizado naquele país e divulgado pelo Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) mostra que o tratamento antiretroviral pode reduzir as taxas de transmissão vertical do HIV para menos de 5 por cento e evitar a transmissão do vírus entre parceiros.

A mesma investigação mostra que no terceiro trimestre de 2011, o Ministério da Saúde do Malawi implementou o tratamento B+.

Denominado “Impacto de uma Abordagem Inovadora de Prevenção de Transmissão do HIV da Mãe para o Filho no Malawi”, o estudo aponta que esta nova terapia é uma importante inovação que poderia acelerar o progresso no Malawi e noutros países com vista ao alcance da meta de eliminação da transmissão vertical do HIV no mundo até 2015. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo