DestaqueSociedade

DICAS DA VOVÓ: Não use a igreja para “abandonar” a casa

– vovó Glória Salvador, residente em Maputo, em conversa com o domingo

Oferecer servidão a Deus é uma das coisas mais nobres para os que crêem na sua existência. Acaba sendo uma das várias formas de demonstração de amor. Entretanto, certo pensador chama atenção para a necessidade de saber discernir o correcto do incorrecto, ao apontar que a igreja não é um palco de oportunidades ou um local de apresentações; que é – isso sim – um local de transformação.

Ainda assim, que não se criem pretextos para fazer coisas que vão além da normalidade, no que diz respeito à rotina das pessoas. Sobre este aspecto, quem deu a sua “colher de chá” foi a vovó Glória Salvador, residente em Maputo, que, em conversa com o domingo, destaca que é importante ir à casa do Senhor para lavar a alma, como sói dizer-se: “devemos ir à igreja para rezar, para nos libertarmos”, mas não se devem confundir as coisas e “usar a igreja para ‘abandonar’ a sua própria casa”.

Acrescenta que quando se trata de mulheres que deram à luz, a blusa aperta ainda mais, daí que aconselha: “saiba que és mãe, dona de casa. Quem vai preparar os teus filhos para a escola? Quem lhes vai dar comida?”, questiona e, em seguida, apela: “Tenham ‘hora’ de sair e voltar para casa. Até mesmo quando vão cumprir tarefas da igreja no meio de semana. Há hora de entrar e de sair. Não é desde as primeiras horas da manhã até lá para as 15.00 horas…”, rematou.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo