Sociedade

Descobri que não estou perdida no jornalismo

Nome: Verónica Judas Sidumo Sadie

Naturalidade: Maputo

Profissão: Jornalista e professora

Conquistas: É mestre em Bilinguismo e Educação Bilingue. É também jornalista da Rádio Moçambique, onde geralmente faz reportagens ligadas às áreas de educação, cultura e sociedade.

Esclarece que “o facto de ser uma jornalista bilingue, aliado à grande vontade de me inteirar mais sobre o tratamento adequado das línguas com as quais trabalho, no caso o português e xichangana, motivou-me a encarar esse desafio, que se revelou uma experiência muito agradável”.

Contou que foi parar na Rádio por mero acaso. É que, na verdade, “não foi sonho de infância, pois em tenra idade sonhava em ser professora. Mas posso dizer que foi uma felicidade do destino, pois admirava muito a área de comunicação e, na primeira oportunidade, decidi abraçá-la, e descobri que não estou perdida nesta profissão”.

Como ser humano, a mulher de fibra desta edição do domingo afirma que procura cultivar “humildade acima de tudo e amor ao próximo”.

Sonho: “O meu sonho é abrir um centro de apoio à educação de crianças carenciadas”.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo