Opinião

DOS CANGACEIROS AOS HOMENS ARMADOS DA RENAMO

“O ladrão não vem, senãopara roubar, matare destruir” João 10:10

Os Especialistas em Ciências Políticas, isto é, aqueles que estudam os fenómenos relacionados com o poder, geralmente conhecidos por   Politólogos, definem Partidos Politicoscomoorganizações burocráticas que visam conquistar e exercer o poder político. E mais. Que, Partidos Políticos, são: “associações voluntárias de pessoas, com determinada ideologia e programa, com intenção de conquistar total ou parcialmente o poder, mediante meios constitucionais, e satisfazer os interesses dos seus membros”. Donde, para nós outro, tudo aquilo que, passe disso, é de procedência maligna, ainda que os seus líderes invoquem milhentas razões ou ostentem uma infinidade de títulos honoríficos. O exemplo mais flagrante desse tipo de (de)organizações ”fora-da-lei”, que aparentando características de Partido Politico, porém, defraudando o Povo por massacra-lo, encontramo-lo num agrupamento conhecido pelo nome de RENAMO, sigla da Resistência Nacional Moçambicana. Proclamando-se como Partido Político, não obstante, a sua actuação quotidiana mostra-se diametralmente oposta ao dos principios seguidos pelos genuinos Partidos Políticos. Por isso,tal prática remete-nos a procurar o seu enquadramento noutros movimentos similares à RENAMO, noutros Continentes e, como não é dificil, chegamos à America do Sul, mais concretamente ao Brasil antiga Colónia Portuguesa como o nosso Pais. Esses movimentos ficaram conhecidos naquele País como os Cangaceiros doSertão. De acordo com vários “Blogueiros ou Bloguistas,” ou simplesmente “Bloggers” (contracção do termo inglês “web log”), ou seja “diário da rede”, palavras utilizadas para designar aquele que escreve em “blogues”,  diziamos nós que, de acordo com alguns “Bloggers, o Cangaçoera o nome dado ao Movimento Armado de nómades do nordestes do Brasil, que teve o seu auge entre o final do século XIX e início do XX. O Cangaço ficou marcado pela intensidade decrimes violentos e cruéis no Nordeste do Brasil, movidos principalmente pela vingança, revolta e disputa de terras. O Cangaço (Grupo dos Cangaceiros), dividia-se em três principais categorias: I) o Cangaço Defensivo, que funcionava ao serviço de grandes latifundiários, com o objetivo de defender propriedades de terra da invasão dos imprópriamente chamados de Índios, que na verdade são, segundo alguns historiadores, diversos povos indígenas que habitavam o Brasil desde há 12.000 anos antes da chegada dos portugueses em 1500;II) o Cangaço Político, que defendia os interesses dos grandes fazendeiros locais e recebia, por conta disso, certa "protecção" das autoridades; e III) o Cangaço dos independentes, que tinham características do banditismo, ou seja, eram os temidos Cangaceiros que roubavam viajantes, estupravam mulheres indefesas, matavam e saqueavam cidades inteiras, atacavam lideres governamentais, fazendeiros e outras pessoas com grandes posses. Eis pois para nós a fonte de inspiração da RENAMO. Tal e qual como no antigo Nordeste Brasileiro dos séculos acima mencionados a RENAMO, hoje, também divide-se em três: I) aRENAMO dos Membros e Simpatizantes espalhados pelo Pais; II) a RENAMO dos Deputados da Assembleia da República; e III) a RENAMO dirigida directamente por um único chefe, inamovível, vitalício, intocável e totalitarista,  que vive numa floresta,assumindo-se como uma espécie de um Robin Hood (Robin dos Bosques), moderno, orientando bandos armados que ao longo das nossas estradas semea luto e dor, inspirando-se no “modus operandi” do Cangaço dos Independentes, Brasileiros.Deacordo com a definição do “iDicionário Aulete”, Banditismo significa: “Modo de proceder de bandido, tipo de vida de bandido ou conjunto dos crimes cometidos em certo lugar ou época; criminalidade”. Portanto, o banditismo não passa de uma forma de atividade predatória realizada por bandos armados, organizados ou não, contra propriedades e autoridades. Alguém tem dúvida disso? A menos que seja um “surdocegueiro”.

Kandiyane Wa Matuva Kandiya
nyangatane@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo