Nacional

Reduz contratação de estrangeiros em Maputo

A contratação de trabalhadores estrangeiros, por parte de algumas empresas da cidade de Maputo, registou uma tendência decrescente na recentemente, comparativamente ao período anterior.

Dados da Direcção do Trabalho da Cidade de Maputo indicam que durante o período em referência nenhum contrato para trabalhos de curta duração foi assinado por parte das empresas que operam no mercado local, contra os 105 que vieram através da quota legal vigente no panorama laboral nacional sobre contratação de mão-de-obra estrangeira.

Os projectos de investimento foram responsáveis pela contratação de oito cidadãos estrangeiros para trabalharem em Maputo, enquanto outros 10 conseguiram o visto de autorização, em resposta à solicitação feita à Ministra do Trabalho.

As empresas que actuam na cidade de Maputo rescindiram contractos com 13 trabalhadores, de diferentes nacionalidades estrangeiras, por diversas razões que não incluem a caducidade contratual.

Alguns trabalhos de curta duração, em algumas vezes executados por trabalhadores estrangeiros, através de contractos que vão até 180 dias, sob a alegação de internamente não existir especialistas para o efeito, durante o período em análise, foram realizadas por nacionais.

I.M

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo