Nacional

Inspecção do trabalho recupera 6,2 milhões do INSS

A Inspecção-Geral do Trabalho (IGT) recuperou cerca de 6,2 milhões de meticais descontados por um total de 77 contribuintes (empresas e singulares) aos trabalhadores e que não haviam sido canalizados ao Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) na província de Niassa.

O valor foi recuperado no quadro das acções inspectivas realizadas pela IGT e o INSS, durante o terceiro trimestre do presente ano em diversas empresas e estabelecimentos daquela província, através de cobrança directa da dívida dos contribuintes.

Trata-se de valores retirados dos salários de trabalhadores para o futuro social dos mesmos e dos seus dependentes, mas que não eram canalizados ao INSS, facto que culminou com acções inspectivas, para a sua recuperação.
Segundo um comunicado do Ministério do Trabalho (MITRAB), alguns contribuintes visados solicitaram facilidades para o pagamento do dinheiro que deviam ao sistema tendo sido celebrados acordos visando a amortização da dívida em fases.

 Durante o período em análise, a IGT no Niassa visitou 409 empresas que empregam 4.574 trabalhadores, para a fiscalização do cumprimento da legislação laboral em vigor tendo detectado 438 infracções cometidas.
Como resultado das infracções, foram sancionadas 115 empresas, enquanto outras 323 receberam advertências, tendo sido instruídas para corrigirem as irregularidades constatadas o mais rápido possível.

I.M

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo