Nacional

Membros da OJM condenados por crimes eleitorais no Niassa

Quatro jovens membros da Organização da Juventude Moçambicana (OJM), braço juvenil do partido Frelimo, foram condenados quinta-feira a penas de prisão efectiva e ao pagamento de multas, depois de se ter provado o seu envolvimento em crimes eleitorais.

Segundo a edição de hoje do jornal “O País”, os jovens foram acusados pelo Tribunal Judicial do Distrito de Metarica, na província do Niassa, por crime de destruição de material de propaganda eleitoral.
No julgamento, ficou provado que o quarteto destruiu panfletos de propaganda eleitoral do MDM, substituindo-o por cartazes do partido Frelimo.
Da sentença, resultou a prisão efectiva de oito dias e pagamento de uma multa equivalente a seis salários mínimos para três membros do grupo, 15 dias de prisão efectiva e oito salários mínimos de multa para o quarto.
Insatisfeitos com a sentença, outros jovens também membros da OJM amotinaram-se nas instalações do Comando Distrital da PRM em Metarica, onde os quatro condenados se encontram detidos, provisoriamente, enquanto aguardam a sua transferência para a Cadeia Civil de Cuamba, a 75 quilómetros de Metarica, onde irão cumprir a pena.

I.M

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo