Editorial

Quadra festiva e prevenção de acidentes

A quadra festiva está à porta e o nosso maior desejo é que ela seja vivida na maior tranquilidade, sem agravamento da sinistralidade rodoviária.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística (dados de 2020), os meses de Janeiro, Novembro e Dezembro (associados de certa forma às festas) registaram maior número de acidentes de viação no país, com 101, 118 e 130 respectivamente.

Avultam como principais problemas que condicionam a segurança rodoviária nesse período, as seguintes causas: (i) comportamentos inadequados, com frequentes violações do código da estrada; (ii) excesso de velocidade e (iii) consumo de álcool que, como todos sabemos, exerce um efeito negativo sobre as capacidades do condutor.

Prevê-se, a partir da semana que hoje inicia, o regresso dos nossos compatriotas a partir da vizinha África do Sul. Regresso com impacto imediato na pressão exercida sobre a via pública. Pedimos, a todos os compatriotas, maior responsabilidade no trânsito, com respeito aos limites de velocidade. Não se pode pretender sair de Joanesburgo e chegar-se a Vilankulo, em Inhambane, no mesmo dia.

É por demais sabido que o desrespeito ao limite de velocidade é um dos principais agravantes de todas as outras causas de acidentes na estrada, como ultrapassagem indevida ou distância inadequada entre os veículos.

O limite de velocidade existe por algum motivo e respeitá-lo não é apenas uma questão de “levar multa ou não”, mas principalmente de segurança – sua e das outras pessoas. Leia mais…

Artigos Relacionados

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo