Bula Bula

No “Alcântara” alguém prometeu mel mas vendeu azeitonas

Há coisas que irritam “maningue”. As vezes são coisas pequeninas, mas como já andamos com os nervos em franja… qualquer dia a coisa acaba mal para alguém.

Mas vamos aos factos: quem desce pela “Julius Nyerere” para a baixa da cidade usa, invariavelmente, o viaduto Alcântara Santos. E um portento de engenharia. Até da um ar de modernidade a nossa secular cidade.

Sucede, entretanto, que por manifesta falta de manutenção, o viaduto foi-se degradando ameaçando a integridade dos utilizadores. O parapeito estava carcomido pelo tempo. No ano passado, como que por artes e berloques, vimos meia dúzia de homens montando andaimes e alguns sinais indicando que uma grande obra iria ter lugar ali.

Uma tabuleta indicava prazos e valores… se a memoria não trai, a obra estava avaliada em pouco mais de 40 milhões de Meticais. Os meses passaram. Os andaimes foram sumindo aos bocaditos. Sobraram uns para avivar a nossa memoria.

Leia mais…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo