DestaqueRostos

“MATDJEDJE” ALVES: A morte da minha mãe tornou-me músico!

Encontrámo-lo na cidade Pemba, capital provincial de Cabo Delgado. Mesmo sem a sua guitarra, seu instrumento musical de eleição, despertou-nos atenção.

Alves Lampeão Júnior é conhecido nos meandros artísticos e não só por “Matchedje”. Nasceu a 25 de Setembro de 1984 em Quelimane, província da Zambézia. Daí a proveniência do nome “Matchedje”, pois nasceu no dia das Forças Armadas de Defesa de Moçambique. “Fui o primeiro bebé do dia e recebi enxoval do Governo por ter nascido nesta data especial”.

“Matchedje” é formado em Matemática pela Universidade Eduardo Mondlane e Engenharia de Reservatórios e Petróleo na ECU (em Milão, Itália). “Sou consultor de energia e tecnologias de informação há 10 anos e tenho dado o meu apoio na indústria de petróleo e gás”.

Músico há mais de quinze anos, “Matchedje” trabalha actualmente nas áreas de petróleo e gás, como especialista de desenvolvimento social e relações com Governo e parceiros. Mas a sua carreira musical é uma paixão. “Tive a vontade de cantar quando assisti a um comício do Presidente Joaquim Chissano, em 1997, e lá estavam miúdos da minha idade, eram os DEX-MAGAZINE (Marius, Kekey e Márcio). Aí percebi que, mesmo sendo miúdo, podia cantar. Interessei-me”. Leia mais…

Texto de Frederico Jamisse
frederico.jamisse@snoticicas.co.mz

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo