DestaqueReportagem

NOS ARMAZÉNS DAS ALFÂNDEGAS: Produtos apreendidos estão a deteriorar-se

Quantidades não especificadas de produtos diversos, entre alimentos, bebidas, mobiliário, cosméticos e detergentes, bens informáticos, telefones celulares, rações para cães, motociclos, viaturas e respectivas peças, apreendidos pelas Alfândegas de Moçambique estão a deteriorar-se nos armazéns desta entidade.

Ao que tudo indica, os bens, alguns dos quais armazenados há vários anos, aguardam a decisão do Tribunal Aduaneiro sobre o pagamento das taxas devidas e respectivas multas pelos agentes económicos formais e informais que os importaram ou mesmo venda em hasta pública.

A Reportagem do domingo efectuou, há dias, uma visita aos vários armazéns e parques das Alfândegas de Moçambique onde se encontram depositados os produtos e viaturas apreendidos durante as actividades de fiscalização na cidade e província de Maputo.

Trata-se do Armazém de Leilões B6, que se localiza no recinto do Porto de Maputo, Terminal Internacional de Automóveis, nas proximidades da Praça dos Combatentes, e o Armazém de Trânsito de Ressano Garcia.

Nestes locais há um pouco de tudo – viaturas de marcas e classes diversas que foram apreendidas por irregularidades diversas, e também tapetes, cadeiras plásticas, mesas, ração para animais de estimação, pneus, detergentes diversos e cosméticos. No entanto, a entrada clandestina de tabaco reduziu significativamente graças à intensa fiscalização que tem estado a ocorrer. Leia mais…

TEXTO DE ANGELINA MAHUMANE
angelina.mahumane@snoticicas.co.mz

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo