Artes & LetrasDestaque

Valter Mabas no “museu” de Benguela

O músico moçambicano Valter Mabas entrou para a galeria dos eleitos no rescaldo do último festival internacional de jazz de Benguela (Rasgado’s Jazz Club) em Angola. O reconhecimento está traduzido num retrato de Mabas num mural ao lado de figuras como Marcus Miller (baixista norte- -americano) ou Tom Jobim (músico brasileiro).

Mabas participou no festival por sugestão de Gil Mabote (membro do comité de organização e olheiro do festival em Moçambique), e a sua actuação foi considerada a melhor da última edição, o que culminou com a homenagem no mural do Museu de Jazz de Benguela.

No festival, Valter Mabas – acompanhado pelos músicos Muzila Malembe, Lívio Monjane, Hélder Gonzaga, Tony Paco e Onésia Muholove – apresentou temas do seu disco de estreia “Blue Window” (Janela Azul, em português). O disco, composto por 12 faixas, explora a música popular moçambicana, incorporando elementos de Jazz e Blues, e foi registado no período entre 2013 e 2020. Leia mais…

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo