Opinião

E vão 41 anos do domingo

O semanário domingo completa, hoje, 25 de Setembro, por sinal também Dia das Forças Armadas de Moçambique, 41 anos de existência e circulação ininterrupta, uma história que começou a ser escrita em 1981. Tal como na altura da sua fundação, o compromisso deste semanário, o mais antigo do país, continua a ser com os factos, numa sociedade sempre dinâmica, multifacetada e prenhe de novos desafios.

Aos que começaram esta epopeia, aos nossos leitores e a todos quanto nos são queridos, os nossos sinceros agradecimentos. Do lado de cá fica a promessa de um jornalismo cada vez mais acutilante, interventivo e mais próximo das preocupações dos moçambicanos do Rovuma ao Maputo.

Com o apoio de todos os segmentos da nossa sociedade, como a classe empresarial, política, académica, operária e o nosso fiel leitor, domingo a domingo, continuaremos a levar à rua conteúdos que impactam na vida dos moçambicanos, porque, para além de informar, temos também o dever moral de contribuir para a edificação de uma sociedade mais esclarecida e consciente dos desafios do país.

Apraz-nos reafirmar, com entusiasmo, que o semanário domingo pode, também, ser acessado através das plataformas digitais. A versão impressa continuará nas mãos dos nossos ardinas e quiosques do país. Estamos juntos!

O Director Editorial André Matola

Artigos Relacionados

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo