DestaqueNacional

Réu nega ter adquiro imóvel em Tete

Um imóvel adquirido pelo réu está foi projectado numa tela em pleno tribunal. Segundo os autos, o edifício tem cinco pisos, 39 quartos, todos apetrechados para o serviço de hotelaria e localiza-se na zona de Chingodzi, na cidade de Tete.  

No entanto,  o réu nega ser proprietário do mesmo, indicando que apenas é titular do DUAT.  

Mais sobre este projecto disse que o terreno lhe foi atribuído pelo Município de Tete, em 2012, tendo trespassado para a Txopela, em parceria com a Logistc Internacional, empresas que pretendiam investir em Moçambique. 

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo