DestaqueNacional

Mulher… mesmo brava é linda!

Abril é o mês da mulher; não que o resto do ano não o seja, mas Abril tem a sua graça. Celebra-se, a 7 de Abril, a Mulher Moçambicana. A data é pretexto para uma nova capulana e um novo lenço. É também pretexto para renovar o amor da mulher-mãe, mulher-esposa, mulher-professora, mulher-médica… é que há em cada mulher essa multiplicidade de mulheres. Um fenómeno iminentemente feminino…

Apelidada bastas vezes “sexo fraco”, a mulher revela-se em cada desafio. Não se deixa abater. A mulher é forte, é guerreira, pode e deve manifestar todo o orgulho que carrega. E fá-lo de diversas maneiras… testemunham-no os olhos atentos dos foto-jornalistas Félix Matsinhe e Urgel Matule que, com sentido de oportunidade, lograram captar momentos de rara beleza.

Não há nestas imagens o chamado glamour visível em passarellas; estas mulheres respiram vida. A alegria que alardeiam é demasiado verdadeira para se mascarar em luxos e extravagâncias estéreis. Elas – na sua infinita grandeza – revelam o poder de serem e se sentirem mulheres. Não haja ilusões, nem falsos discursos.

No dia que for possível à mulher amar, em sua força e não em sua fraqueza, não para fugir de si mesma, mas para se encontrar; não para se renunciar, mas para se afirmar… nesse dia o amor tornar-se-á para ela – como para o homem – fonte de vida e não perigo mortal.

Mulher forte é aquela que encara o mundo e sabe o poder que tem! Leia mais…

Belmiro Adamugy

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo