Nacional

Falso funcionário da ATM cai nas malhas da polícia em Chimoio

Um indivíduo encontra-se desde semana passada sub custódia policial acusado de se fazer passar falsamente por funcionário da Autoridade Tributaria de Moçambique, na cidade de Chimoio, capital da província de Manica.

 O cidadão ora a contas com a polícia era tido como sendo facilitador no processo de aquisição de Número Único de Identificação (NUT), tendo nas várias investidas que efectuou, burlado muitos residentes daquela cidade e outros provenientes dos distritos.

Para cada obtenção de NUT ele cobrava valores que variavam de 200 a 300 meticais, segundo soube a nosso jornal que presenciou a detenção do referido burlador, acto que ocorreu nas instalações do antigo edifício do Governo da Província de Manica, onde actualmente funciona uma das secções da Autoridade Tributaria de Moçambique.

O que soubemos é que a polícia já tinha informações sobre a actividade enganosa deste indivíduo, tendo de seguida accionado todos dispositivos para sua neutralização.

Quando se achava quase nas mãos da polícia, este tentou empreender uma fuga teve pouca dura e distância, tendo sido capturado por populares. Já perante a polícia no recinto do referido edifício do governo, este revelou não estar a trabalhar sozinho, pois, tem alguma ligação com funcionários daquela instituição.

Revelou que outras pessoas serão detidas, incluindo alguns funcionários da Autoridade Tributaria de Moçambique, com quem trabalhava para obtenção de NUIT em troca de valores.

Estão a prender-me, mas não estou sozinho. Alguns funcionários irão comigo. Em momento oportuno direi quem são os que me facilitam o número e dividimos o dinheiro, disse aquele indivíduo, por sinal um jovem.

O que ficamos a saber ainda é que mais de dez pessoas que haviam confiado o suposto burlador para aquisição de NUIT ainda não foram atribuídos os referidos números. Muitos deste são provenientes dos distritos. Uma fonte da Polícia da República de Moçambique, em Manica, disse existir outras pessoas que se dedicam a essa actividade.

Entretanto, a corporação está trabalhar para identificá-los e levar a barra do tribunal. Uma forma geral a polícia em Manica diz que a situação criminal está controlada apesar de haver pequenos casos que são esclarecidos de imediato. Referiu igualmente que a polícia continuar e desencadear acções que visam garantir a ordem e tranquilidade públicas nas comunidades.  

Domingos Boaventura

mingoboav@gmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo