Nacional

Caso “MINED” vai a julgamento este ano

Os 21 envolvidos na fraude de mais de 30 milhões de meticais, ocorrida no Ministério da Educação (MINED), deverão ir a julgamento ainda no decurso deste ano, segundo fonte judicial ligada ao processo.

Actualmente, segundo a fonte, ultimam-se alguns procedimentos judiciais para que o julgamento tenha lugar, assumindo-se que se trata de um processo complexo, por ser considerado um dos maiores desvios financeiros ocorridos no Ministério da Educação.
Das 21 pessoas acusadas pelo Gabinete Central de Combate à Corrupção e submetido ao Tribunal Judicial da Cidade de Maputo, nove implicados estão detidos e os restantes respondem o processo em liberdade.
O GCCC solicitou ao juiz de instrução criminal para que não fosse concedida nenhuma liberdade condicional sob pagamento de caução aos três principais suspeitos, nomeadamente os acusados que eram funcionários do MINED.  
Quanto aos restantes 12 implicados, o GCCC optou por deixá-los em liberdade, mas a responder no processo.
Entretanto, o Gabinete Central de Combate à Corrupção continua a investigar outros implicados na fraude que na altura da sua descoberta não foram arrolados no processo. Assim, o processo autónomo comporta outros oito indivíduos foragidos constituídos arguidos num outro processo.  

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo