DestaqueNacional

Aeroporto de Chongoene pronto para operações

O Aeroporto de Chongoene, situado a sensivelmente 32 quilómetros da cidade de Xai-Xai, província de Gaza, já está concluído e pronto para operações aéreas.

Com esta infra-estrutura aeroportuária, uma obra de raiz cujos trabalhos iniciaram em Outubro de 2018, a zona de Nhacutse, ao longo da Estrada Regional 102, passa a lidar com o som da aterragem e descolagem de aeronaves.

Dados disponíveis indicam que a obra compreendeu duas frentes de execução, levadas a cabo por empreiteiros de origem chinesa e técnicos nacionais. A zona operacional englobou a pista de aterragem, iluminação, equipamentos de auxílio à navegação, obras que estiveram a cargo da “HEBEI Constrution Group”. Na área do terminal aeroportuário os trabalhos foram executados pela CSI (China Shandong Internactional).

O valor do investimento é de aproximadamente 70 milhões de dólares financiados pela China, em forma de donativo, e do Governo moçambicano para trabalhos complementares.

Além de edifícios, foi construído um parque de estacionamento de viaturas com uma área de 17400 metros quadrados, bem como estradas de acesso numa distância de 1,8 quilómetro, ligando o aeroporto às vilas de Chibuto e Mandlakazi.

A infra-estrutura dispõe de um terminal de passageiros, quartel de bombeiros, central eléctrica (junto dos depósitos de água), terminal de carga, estação de tratamento de resíduos, centro de abastecimento de combustível e uma guarita.

O terminal de passageiros, uma das mais elevadas infra-estruturas, está dotada de serviços básicos numa área pública para acompanhantes dos viajantes e visitantes. Conta igualmente com lojas, restaurantes, escritórios, zona de “check in” (com quatro balcões), além de salas de embarque doméstico e internacional para cerca de 120 pessoas cada.

O terminal tem ainda uma área de desembarque, tendo a ala internacional um espaço para a verificação de passaportes e recolha de bagagens comum.

Na aerogare, serão acomodados serviços de alfândegas, migração, controlo veterinário e agricultura, polícia, entre outros.

O aeroporto ocupa uma área de 1.400.000 metros quadrados, o equivalente a 140 hectares, pista com uma extensão de 1800 metros de cumprimento e 45 metros de largura.

O caminho perpendicular de circulação das aeronaves tem 250 metros de cumprimento e 18 metros de largura, enquanto a placa de estacionamento, com 25 mil metros quadrados, tem a capacidade para quatro aviões. A torre de controlo é o ponto mais alto, com 28,7 metros, que fica localizado junto ao terminal de passageiros.

A infra-estrutura está dotada de equipamentos exigidos pela ICAO (Organização Internacional da Aviação Civil). Estudos realizados mostram que o aeroporto poderá viabilizar o desenvolvimento da indústria local, turismo e sobretudo da agricultura que constitui uma das potenciais riquezas da província. O aeroporto foi preparado para receber aeronaves dos tipos Embraer 145, 170 e Q-400.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo