Internacional

Timothy era o único. Agora há outra pessoa “limpa” do vírus da sida*

Primeiro num pa­ciente na Alema­nha e agora num paciente inglês, um tratamento com células estaminais parece ter “limpado” o vírus da sida. Especialis­tas crêem que esta des­coberta pode ser o ca­minho para uma cura do vírus da imunodeficiên­cia humana, que já ma­tou mais de 35 milhões de pessoas desde a sua descoberta, em 1983.

 Foi diagnosticado com HIV em 2003 e em 2012 com linfoma de Hodgkin, um cancro do sistema linfático. Em 2016, estando em risco de vida, foi submetido a quimioterapia e a um transplante de medula óssea de um dador re­sistente ao HIV. Tanto o cancro como a infecção viral entraram em re­missão: há 18 meses que não toma medicamen­tos para o HIV e o vírus está indetectável.

 “Não conseguimos encontrar qualquer tra­ço do vírus. não de­tectamos nada,” diz o virologista Ravindra Gupta, do Universi­ty College de Londres e um dos responsáveis da equipa que tratou o ho­mem ‒ conhecido como “o paciente inglês” ‒ ao Guardian. Gupta des­creve o homem como “funcionalmente cura­do” e “em remissão”, mas adverte: “É muito cedo para afirmar que está curado.”

Leia mais…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo