Internacional

APONTAMENTO: Genocídio do Ruanda completa 25 anos

Gostaria de vos informar que seremos mortos com nossas famílias. É o título de um livro que, seguramente, reli umas cinco vezes antes de dar emprestado e perdê-lo para sempre.

O livro, da autoria do jornalista americano Philip Gourevitche, relata o massacre do Ruanda, que se saldou na morte de mais de 800 mil pessoas de etnia tutsi e hutus moderados pelos hutus radicais. Foi um dos piores genocídios do séc. XX.

Recupero este acontecimento que começou a 7 de Abril de 1994 e se estendeu até 4 de Julho do mesmo ano, portanto durante 100 dias, porque este domingo se assinalam 25 anos do triste episódio.

Não vou reproduzir toda a história, porque os ruandeses viraram a página e hoje vivem em perfeita harmonia. Contudo, Importa frisar que a intolerância étnica, política ou religioso jamais devia ser usada como arma de arremesso para perigar vidas.

Texto de André Matola

Leia mais…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo