DestaqueEconomia

Energia solar chega a mais postos administrativos

  • O investimento está avaliado em cerca de três biliões de Meticais

Pelo menos seis postos administrativos, nomeadamente Calanga, na província de Maputo, Majawa, na Zambézia, Alto Changane, na província de Gaza, Zimane, em Inhambane, e Matchedje, no Niassa, já têm energia eléctrica produzida a partir de centrais solares e mini-hídricas locais resultantes de um projecto do Fundo Nacional de Energia (FUNAE).

Estão também em curso trabalhos de montagem de infra-estruturas para a iluminação dos postos administrativos de Gingapa, em Cabo Delgado, Progresso e Mapulanguene, na província de Maputo, Chimpera e Chintolo, em Tete.

Assim, os 10 postos abrangidos pelo FUNAE correspondem a 25 por cento do projecto que prevê a electrificação de 41 postos administrativos até 2024.

O FUNAE está simultaneamente a instalar infra- -estruturas de geração de corrente eléctrica a outros pontos do país como a ilha de Inhambane, que foi recentemente electrificada. Neste mesmo diapasão, está em curso a instalação de infra-estruturas na ilha de Indugo, Mugulama e Alto Maganja, na província da Zambézia. Leia mais…

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo