DestaqueEconomia

CÂNDIDA CHAMUSSA: Usei a minha dissertação para começar um negócio

Cândida Chamussa é uma jovem que criou a empresa Khulibwa Sabores Fumados, Lda., que se dedica à fumagem de peixe, carnes e seus derivados. Para o efeito, socorreu- -se do estudo de caso da sua dissertação de mestrado, concretamente a alimentação em Moçambique, que resultou da cooperação entre a Universidade Eduardo Mondlane e a Embaixada da Suécia.

“Terminado este curso, como era uma área nova no país, achei que podia fazer um teste de mercado. Por via disso, comecei a participar em feiras para promover os meus produtos”, disse.

Recorda-se de ter participado na feira da indústria caseira e de ter vendido muito. Para a ocasião, tinha feito fumagem de frango, peito de frango, peixe, chouriços e carnes diversas. Também fazia hambúrguer, bolinhos de peixe, chamussas e outros. As feiras serviram de teste para ver a reacção do mercado. “Como percebemos que havia muita procura vimos a necessidade de fazer um negócio que trouxesse rendimentos, até porque vinha de uma base investigativa”.

Depois disso, começou a ganhar concursos e participou em algumas formações ligadas ao empreendedorismo oferecidas pela Embaixada dos Estados Unidos da América (EUA).

Em 2016, esteve numa conferência internacional de empreendedorismo e fez parte do grupo de mulheres globais empresárias e de liderança, em 2018. Mais tarde, foi escolhida para representar a mulher empreendedora em Moçambique também nos EUA. Leia mais…

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo