DesportoDestaque

Donaldo e Verónica vencem corrida José Craveirinha

Donaldo Machava, em masculinos, e Verónica Macamo, em femininos, foram os grandes vencedores da Corrida Centenária José Craveirinha em federados, prova que teve lugar na manhã de ontem, na capital do país.

A dupla foi premiada com uma viatura ligeira cada.

Com um percurso de 5.5 km, a corrida José Craveirinha foi uma forma encontrada por Lurdes Mutola para homenagear o seu tutor e mentor na brilhante carreira de atletismo que teve, num ano em que se fosse vivo o poeta-mor completaria 100 anos.

Donaldo e Verónica fizeram um percurso irrepreensível, liderando a corrida nos respectivos géneros desde o início até ao fim, deixando a oposição sempre nas “covas”.

Donaldo Machava foi secundado por Alex Macuácua (segundo) e Zacarias Sitói, que fechou o pódio. A premiação foi até ao quinto classificado em todas as categorias, com Tonderai António e Zitai Santos a fecharem. Em femininos, a segunda classificada foi Maria Cossa, com o pódio a ser fechado por Domingas Ernesto.

Zeferina Marinho, a experiente atleta do Ferroviário de Maputo, quedou em quarto, sendo que Leonor Dimande ficou em quinto. Nesta categoria (federados) em ambos os sexos, os primeiros classificados não tiveram direito a prémios monetários.

Os segundos classificados receberam 13 mil Meticais cada, nove mil para terceiro, cinco para quarto e três mil para o quinto.

Em populares masculinos, Assumane Aide ficou em primeiro, atirando Barnabassi Matambo em segundo, com Constantino Fondo a fechar o pódio. Siberacha Lourenço e Caldo Lourenço ocuparam o quarto e quinto lugares.

Em femininos, Atália António foi a vencedora, atirando Alice Faustino em segundo, com Ana Jéssica a fechar o pódio. Elisa Archer e Inocência Macamo ocuparam quarto e quinto lugares. Nesta categoria (em ambos os sexos) os primeiros arrebataram 20 mil, segundos 13 mil, terceiros nove, cinco mil para o quartos e três para o quintos.

Já em veteranos, Bento Gervásio ficou em primeiro lugar, com o seu gémeo, Betinho Gervásio a ocupar o segundo. Napoleão Gomes fechou o pódio. Paulo Nhavote e Jacinto Mutombene ocuparam o quarto e quinto lugares, respectivamente.

Em femininos, Vitória Joaquim foi a grande vencedora, relegando Shona Johnson para o segundo, com Sandra Bata a posicionar-se em terceiro. Sina Jaime e Helena Banda ocuparam o quarto e quinto lugares. Os veteranos foram premiados nos mesmos moldes que os populares.

No que diz respeito a provas para pessoas com deficiência, Mário Bernando, João Massango e Escrivão Sibinde ocuparam os três lugares de pódio em triciclos masculinos.

Em femininos apenas duas corredoras chegaram a meta, nomeadamente Ricardina Manuel (vencedora) e Fátima Rafael.

Os vencedores levaram para casa 20, 13, nove mil, respectivamente. Em cadeirantes, Abdul Remane conquistou o primeiro lugar, secundado por Armando Ximene. Ambos encaixaram 10 mil meticais cada de prémio. A prova teve uma enorme adesão dos corredores de vários estratos sociais e faixas etárias em ambos os sexos. Foram cerca de 400 corredores que participaram do evento.

TEXTO DE SÉRGIO MACUÁCUA

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo