Desporto

Estádio do Zimpeto terá novas infra-estruturas

O Estádio Nacional do Zimpeto será redimensionado através da construção de novas infra-estruturas nos espaços ainda vazios. A informação foi revelada por Inácio Bernardo, director geral do Fundo de Promoção Desportiva (FPD), por ocasião de tomada de posse do novo director daquela infra-estrutura.

Inácio Bernardo, falando a jornalistas, referiu que “o nosso grande foco é o redimensionamento do Estádio Nacional do Zimpeto, de que já temos plano-director a ser aprovado pelo Conselho de Ministros, e do Complexo Desportivo de Pemba”, este ainda em construção. Também falou da exploração dos espaços do Parque dos Continuadores por privados.

Inácio Bernardo fez saber que no âmbito do redimensionamento do ENZ “serão erguidas infra-estruturas comerciais nos espaços ainda vazios”, para além de construção de campos de ténis, basquetebol e conclusão do campo alternativo de futebol.

Garantiu que existe dinheiro para a conclusão das obras dos Complexos Desportivos de Pemba e Gondola, o primeiro que servirá toda a zona norte e o segundo a zona Centro, no lugar dos estádios regionais ora projectados pelo Estado moçambicano.

Entretanto, no âmbito da reestruturação do FPD, tomaram posse na última quarta-feira novos dirigentes de sectores. Tomé António Enes é o novo director do Estádio Nacional do Zimpeto (ENZ), em substituição de Celso Mabjaia, nomeado director da Obra do Complexo Desportivo de Pemba.

Tomaram igualmente posse, diante do Secretário Permanente do Ministério da Juventude e Desportos (MJD), João Loforte, nomeados pelo ministro Fernando Sumbana Jr., Adão Bacar, para o cargo de chefe de Departamento de Gestão de Património; Arsénio de Castro José Sarmento para chefe de Departamento de Promoção Desportiva e Martinha José Pereira Mulungo para chefe do Departamento de Administração.

João Loforte desejou aos empossados que se constituam “uma equipa coesa e trabalhadora” na execução do que chamou de “grande desafio” que são as infra-estruturas desportivas “que temos por construir em todo o país”.

Na ocasião, o Secretário Permanente anunciou que está para breve o lançamento da Atlas Desportivo, que definiu como sendo “instrumento de trabalho do FPD”. Sublinhou ainda a necessidade de estabelecimento de parcerias para financiamento ao desporto “para melhores resultados”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo