Bula Bula

Sem água, sem aulas…

Sem água não há vida – era assim que berrava um jingle que ficou secularizado nas nossas mentes. Há quem adivinha que as próximas batalhas da humanidade serão mesmo por causa da água ou precioso líquido, como alguém já disse… tipo não há mais nada valioso do que a água (provavelmente ele se esqueceu de outros líquidos que não são aqui convocados). Se calhar a coisa venha ganhar contornos bicudos, porque os entendidos há munto que anunciam a chegada das mudanças climáticas, caracterizadas também por secas extremas.

Todos nós sabemos da importância da lavagem das mãos… pior nestas alturas em que o novo coronavírus lavra um pouco por todo o lado… daí a importância de termos água potável disponível a todo momento. Vale lembrar que, por recomendações da Saúde, há gente que mede a temperatura e dá aquelas borrifadas de álcool nas entradas dos estabelecimentos de comércio e outros, num exercício para espantar o maldito “bicho”.

Ora, não é que Bula-bula foi “atropelado” com o aviso de que não teria aulas na Faculdade de Ciências de Linguagem, Comunicação e Artes (FCLCA), em plena capital da Pérola do Índico, “porque a bomba de água pifou”. A informação dá conta que, logo que se normalize a situação, os alunos serão avisados. A medida até faz sentido; porque pretende evitar que o recinto escolar seja um veículo transmissor de doenças. Decisão sábia que merece os nossos mais ruidosos aplausos. Leia mais…

Artigos Relacionados

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo