Bula Bula

Ladrão volta ao local do crime para exigir indemnização à vítima

Em Maputo, ocorre cada uma que até se fica maluco ao tentar analisar a sua lógica. Cenas tão surreais que parecem dos filmes sobre loucos. O episódio que Bula bula descreve é disso exemplo. Um ladrão voltou ao local do crime para exigir indemnização à pessoa a quem ele roubou.

 É assim: numa madrugada destas, fria, um ladrão tentou roubar em casa de um pacato velho octogenário. Apercebendo-se de movimento estranho lá fora, o ancião clamou por socorro, ao que a vizinhança respondeu com força e à medida. Pegaram o ladrão e o ancião pediu para que o mesmo fosse entregue ao posto policial que funciona no bairro.

A agitação gera agitação e esta era tanta. Uns fartos de serem roubados, a dizer “vamos bater este tipo aqui mesmo…porque estes não nos perdoam quando nos apanham”…outros a dizer “vamos matá-lo porque são estes que se fazem de homens catana..” por aí fora.

Voltas e meias voltas entre sovas e pontapés, a multidão decidiu levar o ladrão à sua própria casa…afinal, o homem vivia ali por perto. 

O povão enfureceu-se quando verificou que a casa estava cheia de coisas surripiadas e que haviam sido reclamados pelos donos quando desapareceram: contadores, roupas, eletrodomésticos. E aí decidiram linchá-lo…gente de boa fé conseguiu livrar o gatuno do linchamento a muito custo. Já havia gente com petróleo e pneus….

Dias depois, já devidamente tratado no hospital, o ladrão decidiu intentar uma acção contra o dono da casa onde foi apanhado a roubar. Pede agora indemnizações, dizendo que lhe vandalizaram a casa e lhe roubaram muitos e muitos bens, incluindo dinheiro…Há cada uma…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos Relacionados

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo