Artes & Letras

Rainha da Espanha fortifica cooperação com ISArC

A Rainha da Espanha, SM. Dona Sofia, visitou recentemente as instalações do Instituto Superior de Artes e Cultura (ISArC) na Matola, com objectivo de se inteirar das actividades desenvolvidas 

por aquela instituição de ensino superior. Mostrando-se satisfeita, a Rainha garantiu que tudo será feito no sentido de fortificar cada vez mais as relações existentes entre a Cooperação Espanhola e o ISArC com vista ao desenvolvimento das artes e cultura no País.

 

A Rainha recebeu, visivelmente emocionada, uma obra de pintura oferecida pelos estudantes, intitulada “Nkulungwana: Vivências”.

Segundo a representante da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID), Cristina Manzares, o desejo da Espanha é continuar a apostar na implementação de estratégias de desenvolvimento cultural, tendo em vista o alargamento de oportunidades para os artistas, tornando a sua obra, uma fonte de rendimento.

Cristina Manzares disse que tais estratégias contribuirão para a valorização do artista em si, e citou o exemplo da Reinata Sadimba, a ceramista moçambicana que foi outorgada um título honorífico pelo ISArC. Segundo ela, isso confere valor aos artistas e contribui para a valorização das suas obras e consequentemente, o desenvolvimento do País.

Por sua vez Filimone Meigos, Director-geral do ISArC disse que o ISArC instituição “forma quadros superiores com o objectivo de manter vivo o sonho”.

Citando Samora Machel, “A cultura é o sol que nunca desce”, Filimone Meigos disse que “o apoio da Cooperação Espanhola permitirá que os artistas continuem a trabalhar dentro de um quadro científico que irá manter o sol lá em cima”. Reconheceu ainda que a Espanha teve um papel preponderante na consecução dos objectivos do ISArC, desde a doação da biblioteca e demais recursos, resultante da convenção entre o Estado Moçambicano e o Reino da Espanha.

A Cooperação Espanhola tem prestado apoio técnico e financeiro ao ISArC desde a sua criação em 2009, como parte da estratégia de apoio às instituições culturais moçambicanas, com impacto no desenvolvimento do País.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo