Artes & Letras

Hoje há apresentação do “Disco do Povo”

Terá lugar hoje, na Praça da Juventude, bairro de Magoanine, em Maputo, o lançamento do trabalho discográfico do músico Dj Ardiles em parceria com Mr. Kuka, intitulado “Disco do Povo”.

Trata-se de um disco de ritmo “Pandza”, um estilo musical criado por jovens moçambicanos através da fusão de ritmos urbanos. O mesmo explora diferentes temas de carácter social sem no entanto fugir da linha habitual que a “República do Pandza” (RDP) já habituou o público moçambicano.

Disco do Povo” é uma espécie de “brinde” a todos seguidores da cultura Pandza, que DJ Ardiles e Mr. Kuka decidiram abraçar como um farol. Ao mesmo tempo, faz uma resenha dos cerca de 10 anos de carreira e, mais do que isso, constitui uma alternativa para os moçambicanos, que mesmo sem o poder de compra, querem adquirir um produto original e de qualidade.

O CD é um presente que identifica na essência o público que há aproximadamente 10 anos acompanha as nossas batalhas e nunca nos abandonou, mesmo nos tempos em que o Pandza estava em crise, disse a dupla de artistas.

O trabalho mostra igualmente a preocupação dos artistas em deixar algum legado às futuras gerações, uma vez que se sentem na responsabilidade de elevar este ritmo.

Mais adiante os músicos referam que o“Disco do Povo” é também uma tentativa de activismo social de vanguarda, na medida em que discute os problemas de época.

É que procuram através do álbum, mesmo que de forma cómica e aparentemente desinteressada, atingir o outro alvo, o grupo do “Chapa 100”, a juventude que se resume totalmente das redes sociais, que se expressa de uma forma específica e única, com uma característica própria no vestir e agir.

O disco serve igualmente de plataforma para a produção de obras de arte que respondam a procura e a real capacidade de diferentes segmentos da sociedade moçambicana, referiram.

O CD é de carácter festivo, com mensagens de amor, paz, auto-estima, juventude e desenvolvimento. Portanto, esse narra estes e outros elementos que acompanham o evoluir da sociedade moçambicana.

É acima de tudo um disco de busca e descoberta, pois os autores, provam a sua abertura ao mundo das influências.

Refira-se que farão parte do show outros jovens da arena musical moçambicana, trata-se de Cláudio Ismael, K Marques, New Joint, DJ Damost, Ziqo, DJ Júnior e DH. Sendo que o acesso ao show é gratuito.

Ardiles Santos é nome de registo do popular músico, produtor e coreógrafo, DJ Ardiles. Tornou-se conhecido no panorama artístico pelo seu papel decisivo na criação do Pandza, estilo musical genuinamente moçambicano, resultante da fusão entre a música urbana do país e contemporânea.

Começou a se interessar pela música por influência dos seus vizinhos e por diferentes jovens artistas em voga entre finais dos anos 90 e princípios de 2000.

Já Rogério Dinis Cuco, popularmente conhecido por, Mr Kuka nasceu em Maputo a 26 de Fevereiro de 1988. Começa a interessar-se pela música no início de 2000 por influência de amigos e familiares. Em 2005 junta-se ao movimento hip-hop criando em parceria com Big Paul e Chury o grupo 717. O agrupamento tinha como produtor Dj Ardiles, parceiro de Kuka até aos dias de hoje.

Em 2007 Mr. Kuka fez as primeiras actuações com os 717. Nessa mesma época, sentiu a necessidade de encarar a música de forma mais séria. A convite de Dj Ardiles, começou a fazer Pandza, género musical ainda em formação na altura. Ainda no mesmo ano apareceu já como artista de Pandza com a música “Birinka Mal” e para confirmar a presença no cenário musical, em 2008 lança “Ao Teu Gosto” com a participação do seu amigo de sempre – Dj Ardiles.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo