Artes & Letras

Haverá Zouk no campo do Maxaquene

O Campo do Maxaquene acolhe nos próximos dias 24 e 25 de Abril a quarta edição do Festival Zouk, um evento promovido anualmente e que reúne no mesmo palco os nomes mais sonantes deste estilo musical, entre nacionais e estrangeiros.

Para a presente edição, o Festival Zouk, que já é uma referência a nível dos países de língua portuguesa, e não só, traz aos amantes deste estilo musical uma miscelânea de artistas e gerações, para além de constituir uma oportunidade para as novas promessas dividirem o palco com os que já têm as suas carreiras consolidadas.     
Segundo o alinhamento do evento, para o dia 24, sexta-feira, estão previstas as actuações de Ary, Kaysha, Jean Michael Rotin, Tabanka Djaz, Mobass, Cláudio Ismael, Júlia Duarte, C. Duarte, Slowly e Calisto Ferreira. 
Já no sábado, dia 25 de Abril, subirão ao palco Kyalu Kyadaff, Yola Semedo, Suzana Lubrano, Grace Évora, Swit, Euridse Jeque, Twenty Fingers, Humberto Luís e Abuchamo Munhoto e o grupo Kassav.
Para a mcel-Moçambique Celular, principal patrocinadora do Festival Zouk, representada pelo chefe do Grupo de Eventos, Patrocínios e Promoções, Jonas Alberto, associar-se a este evento é uma forma de contribuir para a promoção dos artistas moçambicanos, tendo em conta que nos últimos tempos eles têm apostado muito neste estilo musical.
"O Festival Zouk é uma plataforma de interacção entre os artistas nacionais e estrangeiros. Tratando-se de um estilo que tem despertado o interesse dos moçambicanos, a mcel associou o seu nome a este grande festival pois é uma forma de promover os nossos artistas, em particular, e a cultura, no geral", explicou Jonas Alberto. 
Por seu turno, Minó dos Santos, responsável pela organização do festival, disse que "desde a sua primeira edição, o Festival Zouk tem estado a conquistar espaço a nível nacional e internacional, o que constitui um orgulho para o País uma vez que passa a ser uma referência a nível cultural". 
"Como consequência disso já recebemos convites para participar em alguns eventos do género, tais como o Festival Baía das Gatas, em Cabo Verde e o Festival Sons do Atlântico, em Angola. Prova disso é que no ano passado o evento foi transmitido em directo e na íntegra pela RDP África, um canal que é ouvido em todos os países lusófonos", disse Minó dos Santos.  
Do lado dos artistas, importa realçar que estes têm trabalhado afincadamente para que a presente edição do Festival Zouk seja inesquecível. Humberto Luís, que representou os músicos nacionais, referiu que os "ensaios começaram na semana passada e prometemos excelentes espectáculos nos dias 24 e 25 de Abril".

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo