DestaqueSociedade

Vencedores do prémio de Jornalismo para Água conhecidos amanhã

A WaterAid-Moçambique, em parceria com o Sindicato Nacional de Jornalistas (SNJ), a Direcção Nacional de Abastecimento de Água e Saneamento (DNAAS) e o Ministério da Terra e Ambiente (MTA), realiza amanhã, sexta-feira, na cidade de Maputo, a gala de divulgação dos vencedores das diferentes categorias do Prémio de Jornalismo para Água, Saneamento, Higiene e Mudanças Climáticas.

O prémio foi lançado nos princípios deste ano, cobrindo trabalhos divulgados entre 15 de Outubro de 2020 a 29 de Outubro de 2021 e visa, essencialmente, valorizar o trabalho realizado pelos órgãos de comunicação e seus profissionais, além de destacar os trabalhos jornalísticos de qualidade sobre o impacto das mudanças climáticas no acesso à água, ao saneamento e à higiene. Além  disso, visa  incentivar  a  divulgação  de informações relevantes sobre os sectores de ambiente, água, saneamento e higiene em Moçambique.

Para esta edição, foram submetidos 31 trabalhos de diferentes órgãos de comunicação social e de profissionais de diversas regiões do país.

A gala de entrega dos prémios, também apelidada de “Gala de Celebração da Excelência do Jornalismo Moçambicano” acontece numa data em que o mundo  celebra o Dia Mundial da Latrina, um momento usado para inspirar acções para enfrentar a crise global do saneamento e ajudar a alcançar o Objectivo 6 de Desenvolvimento Sustentável (SDG-6), sobre água e saneamento para todos até 2030.

Este cenário, é agravado pela ocorrência cíclica de eventos climáticos tais como cheias, secas, ciclones e terramotos, com impacto devastador sobre infra-estruturas de água, saneamento e higiene. Numa lista de 181 países, Moçambique está na posição 39 em termos de vulnerabilidade às mudanças climáticas (JMP, 2019).

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo