Sociedade

TVM estreia “Nossa Língua”

Estreia hoje, mundialmente, o programa “Nossa Língua”. Audiovisual, o programa tem a gerência executiva da Associação Brasileira dos Produtores Independentes de Televisão (ABPITV).

O arranque do programa
será feito através
da exibição do documentário
angolano “A
Rota dos Escravos”,
realizado pela Comunidade dos
Países de Língua Portuguesa
(CPLP) para incentivar o intercâmbio
cultural e o fomento ao
audiovisual entre as nações da
comunidade lusófona.
O programa “Nossa Língua”
é fruto da colaboração entre as
emissoras públicas de televisão
dos estados-membros da CPLP
que estabeleceram uma faixa
compartilhada semanal de programação
para oferecer ao público
telespectador uma carteira
de 28 documentários com recortes
significativos da realidade
de Angola, Brasil, Cabo Verde,
Guiné-Bissau, Moçambique,
Portugal, São Tomé e Príncipe e
Timor-Leste.
No seu conjunto, a faixa
“Nossa Língua” compõe uma
ampla visão da contemporaneidade
da diversidade cultural,
social e política dos países de
língua portuguesa no mundo.
No programa “Nossa Língua”,
Moçambique apresenta quatro
documentários: “O Ciclo do
Chá do Gurúè”, “Ferro em Brasa”,
“Tchuma Tchato”, “Timbila
& Marimba Chope”.
“O Ciclo do Chá do Gurúè” é
um documentário que analisa o
declínio que vem ocorrendo sistematicamente
no maior chazeiro
de Moçambique. O documentário
busca as explicações para
a tese de que o “ciclo do chá”
está a chegar ao fim e aponta os
factores que concorrem para o
declínio da produção no país.
Por sua vez, o documentário
“Ferro em Brasa” é um passeio
audiovisual conduzido pelo protagonista,
o fotojornalista moçambicano
Ricardo Rangel. Ao
completar 81 anos e inaugurar
uma exposição com algumas das
suas imagens no lançamento do
seu livro de fotografias, ele narra
episódios da sua vida e histórias
de algumas das suas fotos.
“Tchuma Tchato”, que significa
“as nossas riquezas”, leva o
nome de um projecto pioneiro no
distrito de Zumbo, província de
Tete, no qual o Governo moçambicano
estimulou a população a
explorar e proteger a terra em
conjunto. O documentário narra
esta primeira experiência moçambicana
de gestão comunitária
dos recursos naturais.
“Timbila & Marimba Chope”
acompanha todo o processo
de confecção de um exemplar
do instrumento até que esteja
pronto para ganhar a vida, com
o seu som único e especial. Além
da fabricação da mbila, o filme
mostra também quem são esses
raríssimos artesãos que preservam
um conhecimento ancestral
da construção do instrumento,
do canto e da dança tradicional
da sociedade chope, do sul de
Moçambique.
Em Moçambique, o programa
“Nossa Língua” será exibido
pela Televisão de Moçambique
(TVM) a partir de hoje, 10 de
Julho, sempre ao domingo, às
13.45 horas, com apresentação
da jornalista Marta Odallah.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo