DestaqueSociedade

Roubam à noite e à luz do dia

  • Criminalidade recrudesce na cidade e província de Maputo

Tende a agravar-se o clima de insegurança nalguns bairros da capital do país. Moradores de Luís Cabral e Polana-Caniço (na cidade de Maputo), 1.º de Maio, Matola-Gare e Tchumene (na província de Maputo), Pessene e Pussulane (no distrito de Marracuene) estão a ser assolados por uma escalada de violência protagonizada por criminosos não identificados.

A sensação que se tem é de que não mais existem lugares seguros. Malfeitores praticam assaltos na via pública, invadem residências e semeiam dor e luto nas famílias.

Se antes agiam na calada da noite, agora, cometem os crimes até em plena luz do dia.

Com recurso a armas de fogo e outros instrumentos contundentes, interpelam os cidadãos, violam sexualmente, vandalizam estabelecimentos comerciais, roubam e matam.

Emília Muando, uma jovem de apenas 21 anos de idade, foi mais uma vítima da onda de criminalidade que assola alguns bairros. Ela foi morta no passado dia 11 de Março no bairro 1.º de Maio, na província de Maputo. Leia mais…

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo