DestaqueSociedade

DICAS DA VOVÓ: Quando comprar capulana para sua mãe compre para sua sogra também

– vovó Ana Tembe, residente em Maputo

Quem não reconhece o valor de uma mãe não merece sequer estar neste mundo. A verdade é que não há gesto nenhum que possa ser suficiente para reconhecer a importância deste ser na vida de todos os viventes. Há um pensamento que diz que a melhor maneira de descrever a mãe é através da soma de tudo de bom que existe na vida.

Pois bem, entremos então para o que nos move, concretamente, desta feita: há esposas e/ou companheiras que fingem “demência” quando o assunto é fazer algumas compras para a mãe do seu parceiro. Nessas circunstâncias, o dinheiro nunca é suficiente. Sobrefacturam até as despesas de casa, para argumentarem a falta de assistência à sogra. Só que numa total contradição, a mesma mão que não encontra fundo, quando em causa está a figura que – acredite-se – lhe trouxe o mel ao mundo, nenhuma dificuldade encara quando está em causa a sua própria progenitora. Quem assim o afirma é a vovó Ana Tembe, residente em Maputo, daí que ela lança um apelo a todas as mulheres para “que tenham o mesmo coração, quando têm de cuidar da própria mãe e da sogra”. Na realidade, conforme diz, “ela também é sua mãe, então, quando comprar uma capulana para a sua própria mãe, compre também para a sua sogra; quando comprar um quilo de açúcar, faça o mesmo para a sua sogra…, Deus vê tudo”, encerrou.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo