Rostos

INÊS FÉLIX PEREIRA: Ser professora exige amabilidade

Chama-se Inês Félix Pereira. É natural de Maputo e está na docência há 36 anos. Hoje, de malas aviadas para a reforma, esta professora lecciona da 2.ª a 6.ª classes na Escola Primária Completa Unidade 25, na cidade de Maputo, onde se encontra a trabalhar desde o ano de 2011. O seu percurso como docente começou na Escola Primária Polana-Caniço “A”, também na capital do país.

O seu dia inicia às 4h00 da manhã, momento em que acorda para lidar com as tarefas domésticas, com a ajuda de outros membros da família, antes de se dirigir ao seu posto de trabalho. Retorna à casa ao final do dia.

Em assuntos de gastronomia, não dispensa uma boa feijoada com todos.

Mãe de três filhos, nos seus tempos livres Inês Félix Pereira faz de tudo para estar com a família. Apanhar ar fresco na praia e participar em eventos familiares fazem também parte dos seus programas predilectos.

Porque estamos na semana de 12 de Outubro, Dia do Professor, a entrevistada fala um pouco da sua profissão e diz que tem a noção do nível de responsabilidade que carrega na sala de aula e na sociedade.

Afirma que contribuiu para a formação de muitos quadros moçambicanos. “Perdi a noção do número de doutores que ajudei a formar ao longo destes 36 anos da minha carreira”, partilhou. Leia mais…

TEXTO DE LUÍSA JORGE
luísa.jorge@snoticicas.co.mz

FOTO FÉLIX MATSINHE

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo