DestaquePolítica

Unidade nacional é legado dos moçambicanos 

– Roque Silva, secretário geral da Frelimo 

O secretário geral do partido Frelimo, Roque Silva considera o Simpósio dos 60 anos desta formação política um momento privilegiado para a transmissão de experiência da velha à nova geração sobre a importância da preservação da unidade nacional e solidariedade entre os povos. 

Segundo defendeu, desde  a sua criação a Frelimo soube posicionar em momentos diferentes da construção da nação moçambicana. 

A unidade nacional constitui legado dos moçambicanos e continua inabalável e alicerce na construção de um Moçambique caracterizado por um mosaico de diversidade étnica, afirmou. 

Roque Silva falava num painel subordinado ao tema: Unidade Nacional: Experiências Partilhadas e Desafios Contemporâneos, cujos oradores são Lopes Tembe, membro fundador da FRELIMO, Paulina Chiziane, escritora e Lourenço do Rosário, académico sob moderação do Reitor da Universidade Joaquim Chissano, José Magode. 

 

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo