DestaquePolítica

Governo investe na criação de exército robusto

O estadista moçambicano reconheceu que o apoio que as forças do Ruanda, SADC e outros parceiros, têm prestado à Moçambique tem sido notável, porém a solução definitiva dos males que nos assolam deve vir da entrega abnegada das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM).

Deve-se continuar a capacitar as FADM e as Forças de Defesa e Segurança (FDS) para que assumam na plenitude todas as missões enquanto defensores da soberania e integridade territorial no país, porque os nossos parceiros não estarão permanentemente connosco”, apelou.

Citou países como Zimbabwe, Botsuana e África do Sul que têm estado a colaborar no treinamento de membros das FADM e lembrou que há vários programas de formação e treinamento especializado de militares moçambicanos que estão em curso, em coordenação com parceiros internacionais, de modo a combater com mais acuidade o terrorismo

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo