Política

Governadores prometem cooperar com a população

Os governadores empossados, ontem, terça-feira, pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, prometem dar seguimento aos projectos de desenvolvimento do país e cooperar com as populações locais.

No entanto, a maioria dos governadores disse ainda ser prematuro tecer quaisquer considerações pois ainda precisam de se inteirar da realidade no terreno.
Por exemplo, o governador da província de Manica, Alberto Mondlane, que no anterior Executivo assumia a pasta de Ministro do Interior, fez questão de frisar que não tenciona fazer promessas que poderá não estar em condições de cumprir. Por isso, primeiro vai deslocar-se ao terreno para se inteirar dos desafios que irá enfrentar.
O Presidente (da República) chamou-nos atenção para não fazermos promessas falsas. O meu dever é chegar a Manica procurar saber o que é que de facto podemos fazer e fazermos isso mesmo”, disse Mondlane.

Por seu turno, a governadora da província de Sofala, Helena Taipo, antiga ministra do Trabalho, disse que leva na sua bagagem o diálogo. “Esta é a arma secreta para vencer não só o subdesenvolvimento mas também para manter a paz no país”.

Taipo, aproveitou a ocasião para manifestar a sua satisfação com a disponibilidade manifestada pelo edil do Município da Beira, Daviz Simango.

Por outro lado, a governadora da província de Gaza, Stella da Graça Pinto, diz não ter nenhuma “arma secreta”, e que leva consigo apenas a vontade e determinação de trabalhar e vencer.


 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo