Política

Estradas no topo das preocupações da edilidade

O estado das vias de acesso nos bairros do Posto Administrativo da Machava, município da Matola, é o principal constrangimento apresentado à direcção do município pelos munícipes locais na sequência duma visita àquele lugar do edil Calisto Cossa, no quadro da governação inclusiva.

Calisto Cossa, presidente do município da Matola, decidiu fixar-se por uma semana no Posto Administrativo da Machava, onde, para além de fazer os habituais despachos, recebeu em audiência munícipes, interagiu com a população e agentes económicos dos 15 bairros que constituem o Posto Administrativo e que tem um universo estimado em 300 mil habitantes.

Trata-se dum exercício que permite, conforme testemunhámos, a tomada e implementação de decisões no local, em tempo recorde e real, dependendo, obviamente, da complexidade do assunto.

Há munícipes que aguardavam por despachos relativos a vários assuntos que viram seus expedientes de anos resolvidos em pouco tempo.

Mas a principal “dor de cabeça” continua a ser a intransitabilidade nas vias inter-bairros da Matola, situação agravada pelas chuvas dos últimos meses.

A propósito, Calisto Cossa anunciou que no plano de 100 dias de governação municipal está destacada a urgência de intervenção em várias vias-de-acesso.

“A chuva não nos tem ajudado. Constatámos que algumas vias estão em mau estado, reclamando intervenções urgentes. Já estamos no terreno a minorar os problemas”,explicou Calisto Cossa.

Referiu-se às intervenções nas avenidas das Indústrias e 4 de Outubro, que originaram a paralisação de actividades por parte dos transportadores semi-colectivos de passageiros. No entender do edil, houve falta de compreensão e colaboração por parte dos transportadores.

As obras já haviam iniciado e infelizmente choveu muito. Fomos obrigados a parar por 24 horas e houve aquela agitação. Mas as obras estão aí e já é possível circular normalmente nas duas vias”, referiu.

EMPRESÁRIOS DISPONIBILIZAM EQUIPAMENTO

Empresários do Posto Administrativo da Machava disponibilizaram diverso equipamento para a reparação das vias de acesso danificadas naquela zona do município da Matola.

Num encontro mantido com o edil Calisto Cossa, os empresários comprometeram-se a financiar as obras, em resposta ao apelo lançado pelo presidente do município no sentido de unirem esforços para o desenvolvimento da cidade.

O edil sublinhou que a definição das vias a beneficiarem de intervenção deverá ser local, considerando que os recursos disponíveis só permitem, por enquanto, intervenções prioritárias.

“Dado que os fundos disponíveis são insuficientes, vamos em conjunto definir prioridades. Não podemos continuar sem soluções. Enquanto não tivermos estradas asfaltadas, devemos garantir a mobilidade e acessibilidade nos bairros terraplenando as vias”, frisou.

Os empresários responderam prontamente, disponibilizando camiões basculantes, máquinas e combustível.

Usando da palavra, vários intervenientes queixaram-se da má qualidade de algumas obras, exortando o Conselho Municipal a ser mais criterioso na selecção de empreiteiros para a construção e reabilitação de estradas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo