DestaquePolítica

Esperança Bias defende soluções pacíficas dos conflitos

A Presidente da Assembleia da República, Esperança Bias, defendeu, esta manhã, soluções pacíficas para resolver os conflitos que se registam no mundo e que concorrem para retardar o desenvolvimento.

Segundo afirmou, o aumento das tensões político militar faz com que a paz e segurança internacionais estejam ameaçadas.

“Os estados têm sido impotentes para fazer valer o direito internacional e os princípios da convivência pacífica consagrados na Carta das Nações Unidas”, destacou a presidente da Assembleia da República.

Esperança Bias discursava, que esta manhã na abertura da VI sessão do parlamento,  referiu que o mundo vive uma situação adversa caracterizada pelas mudanças climáticas, pandemia da Covid 19, escassez de alimentos, problemas que precisam de ser resolvidos pelos estados.

No que diz respeito às matérias desta sessão, Esperança Bias apontou o Informe do Chefe do Estado sobre o estado geral da Nação, aprovação do Plano Económico e Social e Orçamento do Estado para 2023, Proposta da lei de revisão da lei 5/2022,  de 14 de Fevereiro, que define as regras e os critérios para a fixação de remuneração dos servidores públicos (Tabela Salarial Única).

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo