Política

ATAQUES ARMADOS: PR apela à denúncia de mandantes dos malfeitores

Não podemos aceitar que os nossos filhos sejam instrumentalizados por pessoas de ma-fépara assassinar, criar luto, dor e pânico na população em troca de valores monetários”.

Esta foi uma das mensagens deixadas pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, durante os comícios orientados semana finda nos distritos de Meluco e Metuge, em Cabo Delgado.

O Chefe de Estado concluiu ontem a visita de trabalho que vinha efectuando àprovíncia de Cabo Delgado, cujo objectivo era fazer o balanço do quinquénio, auscultar a população sobre a sua governação de modo a tirar ilações para a produção do manifesto eleitoral a ser submetido àvotação nas eleições gerais de 15 de Outubro.

Com efeito, Filipe Nyusi destacou que, não obstante as adversidades de vária índole, entre as quais a existência de malfeitores, que semeiam luto e terror no Centro e Norte de Cabo Delgado, a província registou um aumento da produção e produtividade.

A propósito dos ataques armados, o Presidente da República apelou a população a intensificar a vigilância e não aceitar que os jovens moçambicanos sejam instrumentalizados.

Segundo afirmou, parte das pessoas que protagoniza assassinatos sai das aldeias ou povoações para ser treinada de modo a praticar acções macabras com o objectivo de desestabilizar o país.

Texto de Domingos Nhaúle, em Cabo Delgado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo