Opinião

Por uma causa, não por aplausos

“Sua tarefa é descobrir o seu trabalho e, então, com todo o coração, dedicar-se a ele” – Buda

As grandes ideias normalmente surgem de mentes inquietas e excêntricas; até o velho Aristóteles reconhecia isso e até valorizava uma certa “veia de loucura”, um traço de originalidade e criatividade que impulsiona boas criações. E é isso que nos é dado a testemunhar nos últimos 8 anos com a realização do “Celebrando Vida” da Casa do Artista, que tem por detrás do pano a cantora Elvira Viegas (“Coração de Pedra”, “Xikala Vitu” ou “Matibjana”).

“Celebrando Vida” é um espaço de afirmação dos mais nobres valores da fraternidade entre os Homens. Mais do que distribuir troféus, configura- -se como lugar privilegiado para dizer que as diferenças são fundamentais para a construção de uma nação una. Os pequenos nadas da vida juntam-se por uma causa maior: a valorização das artes e dos seus cultores. Aquele é um espaço privilegiado para a valorização das ideias, as crenças e os valores que catalizam mudanças sociais. No “Celebrando Vida” agitam-se os indivíduos para agirem e modificarem a realidade.

A acção social, VISTA neste sentido, remete a um tipo de conduta do indivíduo que reflecte sentido tanto para ele quanto para aqueles que são afectados. Há nisto tudo formas de interação e simbolismo, pois uma acção apenas ganha realmente valor quando permite aos homens entrarem em contacto umas com as outras… e é isso que se experimenta no “Celebrando Vida”. Leia mais…

Por Belmiro Adamugy
belmiro.admugy@snoticias.co.mz

Artigos Relacionados

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo