Opinião

…E O IDOSO CAIU NA “25 DE SETEMBRO”

Nunca te pasmes e jamais diga que nunca viste, porque o insólito está sempre a acontecer.

Perdi a conta das vezes que ouvi minha avó falar-me assim. Recordei-me dela quando, há dias, circulando pela Avenida 25 de Setembro, em plena baixa da capital do país, vi um homem que pela idade podia ser meu pai.

Preparava-se ele para atravessar a sempre agitada avenida quando, de repente, tropeçou nos próprios pés e caiu sem amparo. A bandeja que levava nas nãos e a respectiva chávena de café espatifaram-se no alcatrão e líquido escorreu uns quantos centímetros.

Como que a desmentir que entre nós a solidariedade é letra morta, rapidamente umas quantas pessoas aproximaram-se do mais velho e auxiliaram-no a se reerguer. 

Leia mais…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos Relacionados

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo