Opinião

Basta de acidentes de viação

Temos na memória o recente sinistro mortal na zona de Mopeia, na Zambézia. Vinte e nove (29) pessoas perderam a vida naquele que concorre para ser considerado um dos mais trágicos acidentes que ocorreram nos últimos tempos nas nossas estradas.

Ao aludido sinistro voltaremos com detalhe, pois importa trazer à reflexão as circunstâncias em que os acidentes sucedem. Na sua maioria estão, invariavelmente, envolvidas viaturas de transporte semicolectivo de passageiros.

O mais curioso é que as viaturas envolvem-se em sinistros sempre em excesso de velocidade. Quando viajamos pela EN1, depois de Bobole, cruzamos com “chapas” a circular praticamente a velocidade de uma bala de espingarda.

Logo nas primeiras horas de cada dia, ainda de madrugada, quem se posiciona à beira da Avenida de Moçambique pode perceber como muitas das viagens decorrem pelas estradas. As velocidades têm sido elevadas, mesmo dentro da cidade, como se em algum momento não estivessem em causa vidas humanas. Leia mais…

BENJAMIM WILSON

benjamim.wilson@snoticicas.co.mz

Artigos Relacionados

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo