DestaqueNacional

Vítimas de cheias no Revúbuè em processo de reassentamento

Arrancou ontem o reassentamento de cerca de 150 famílias cujas residências foram inundadas pelas cheias do rio Revúbuè, no dia 25 de Janeiro, na Unidade de Chimbonde, no bairro com o mesmo nome, no município da cidade de Tete.

Até ao fecho da nossa edição algumas famílias já haviam recebido os seus talhões e com tendas já montadas por uma equipa de jovens orientados pela Organização da Juventude Moçambicana, militares dos Serviços Cívicos de Moçambique e alguns voluntários da população de Chimbonde.

O Governo provincial deslocou ao terreno os seus quadros da área de Planeamento Físico, Obras Públicas, Educação, Conselho Municipal de Tete, entre outros para a monitoria e supervisão do processo de demarcação de talhões e recepção das famílias retiradas do Centro de Trânsito da Escola Industrial de Matundo. Leia mais…

TEXTO DE BERNARDO CARLOS

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo