Nacional

Vendedores queixam-se da falta de compradores

Texto de Idnórcio Muchanga

Os vendedores de frangos no mercado Xipamanine, arredores da cidade de Maputo, queixam-se da falta de compradores como resultado do elevado preço de frangos, alegadamente por estes terem sido adquiridos na Suazilândia.

Numa visita efectuada pela nossa Reportagem, nas primeiras horas de hoje, 25 de Dezembro, constatou-se que o mercado Xipamanine estava praticamente às moscas, se comparado com o movimento que se verifica no dia-a-dia naquele local.

Segundo os vendedores, o camião de frangos proveniente da Suazilândia conseguiu chegar hoje ao país, sendo o preço na proveniência ronda na casa dos 145 meticais e eles estão a vender a 150 meticais dependendo da negociação entre vendedor e o cliente. Tem vezes que chegam a vender 130 meticais, mesmo ciente dos prejuízos que poderão advir.

Para aqueles comerciantes, o dia de hoje é como qualquer um, preferiram fazer-se ao mercado na tentativa de encontrar aqueles clientes que deixam tudo para última hora. “Ontem não vendemos muitos por causa da falta de produtos. Hoje requisitamos a mercadoria mas não há clientes. Mesmo assim, resolvemos vir, mesmo sendo dia de festa, para ver se conseguimos vender um pouco, depois iremos passar o resto do dia com a família”, disse Laurinda José, secundada por Ilda Macamo.

Idnórcio Muchanga

aly.muchanga@gmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo