Nacional

Vaquina visita zonas afectadas pelas chuvas no Corredor de Nacala

O Primeiro-ministro, que se encontra desde ontem a trabalhar na província de Nampula, apelou à população de Monapo para desdobrar-se em acções de solidariedade e de apoio às vítimas das

 inundações, minimizando o seu sofrimento.

Monapo é o distrito mais afectado pelas inundações em Nampula, tendo registado um óbito e a destruição de várias infra-estruturas económicas e sociais, causando danos incalculáveis á economia.

Estima-se que cerca de trinta casas tenham sido destruídas, reportando-se igualmente danos na linha-férrea do Corredor de Desenvolvimento de Nacala (CDN).

Após inteirar-se dos danos, o Primeiro Ministro referiu que uma rápida intervenção da equipa técnica do CDN, que explora aquele corredor ferroviário, mostrou a capacidade e vontade dos moçambicanos de reerguerem-se das destruições que tiveram um impacto negativo na economia nacional e nos países do Hinterland dependentes daquele troço para fazer as suas transacções comerciais.

Neste momento, a circulação de comboios, em particular no troço que liga a cidade a vila do Monapo, é feita apenas no período diurno, medida que visa a prevenir acidentes.

Vaquina disse ainda que todas as empresas que forem chamadas a fazer trabalhos no âmbito da reabilitação do sistema ferroviário de Nacala devem tomar em conta que ela sofreu sérios danos decorrentes da erosão dos solos.

No comício popular que orientou ontem naquele distrito, apelou aos munícipes a abandonar as zonas de riscos localizadas ao longo do rio Nachicuva cujas águas galgaram o leito repetindo o cenário de destruições registadas há vinte anos.

Vaquina escala hoje a cidade de Nampula onde vai inteirar-se  “in loco” dos danos causados pelas chuvas nos bairros periféricos, destacando-se Namutequeliua, o mais afectado.

 

 

  

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo