DestaqueNacional

Um fornecedor “benevolente”

Cristina Matavele rotula a Abu Dhabi Mars como um fornecedor benevolente por ter pago 53 milhões de dólares de juros da primeira prestação, por ter pago um milhão de euros para despesas de instalação da empresa e mais três milhões para o mesmo fim.

Disse ter estranhado esta atitude do fornecedor, Abu Dhabi Mars, porque este se voluntariava a fazer adiantamentos e a oferecer dinheiro para o estabelecimento da empresa.  ”Era um fornecedor benevolente”.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo