DestaqueNacional

Tribunal adia decisão sobre audição de declarante Fekih

A defesa do réu António Carlos do Rosário requereu a escusa da audição do declarante Mohamed Fekih por supostamente este ser arguido num outro processo.
A representante do Ministério Público, Ana Sheila Marrengula, fez saber que a Procuradoria Geral da República absteve-se de acusar Mahomed Fekih como arguido no referido processo autónomo pelo que caberá à defesa do réu António Carlos do Rosário posocionar-se em definitivo sobre a audição deste declarante arrolado por ela mesma.
Por sua vêez, o juiz Efigenio Baptista mostrou-se agastado com a atitude da defesa do réu António Carlos do Rosário  que arrolou Mahomed Fekih, pois, conforme palavras suas, tem sido feitos testes de telecomunicações com a Argélia com despesas feitas pelo Tribunal Supremo e  foram feitas cartas rogatórias para aquele país com a finalidade de assegurar a audição deste declarante.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo