Nacional

Tailandeses buscam investimento

Uma delegação empresarial tailandesa, composta por 18 investidores, esteve na semana passada no País, com o objectivo de fazer uma prospecção de investimentos, para identificar oportunidades de negócio nas áreas de hotelaria, turismo, agricultura, agro-indústria, pescas, aquacultura, habitação e energias renováveis.

Na passada quarta-feira, a missão empresarial da Tailândia manteve, em Maputo, um encontro com a Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA), onde foram abordados vários assuntos, com particular destaque para a criação da Câmara de Comércio Moçambique-Tailândia.

Momentos após o encontro, o vice-presidente da CTA, Agostinho Vuma, referiu que a Câmara de Comércio Moçambique-Tailândia será um instrumento para dinamizar as trocas comerciais, entre ambos os países.

“Entendemos, igualmente, que a criação dessa plataforma pode contribuir para aumentar o volume de investimento directo tailandês no País”, indicou, acrescentando que “os tailandeses acham que empresários moçambicanos podiam retribuir esta visita, fazendo uma prospecção nas áreas que possam interessar aos investidores nacionais, para internacionalizar as suas empresas naquele país asiático”.

O cônsul honorário da República de Moçambique no Reino da Tailândia, Wicharn Sirichai Ekawat, disse que a missão empresarial tailandesa tem ainda agendados encontros com vários ministros moçambicanos e autoridades governamentais e acredita que será bem sucedida.  

“Pretendemos identificar oportunidades de investimento, como por exemplo, nas áreas da pesca, processamento e exportação dos produtos de Moçambique para outros países. Estamos interessados em comprar castanha, mariscos de Moçambique e África do Sul para a Ásia. Temos também exportadores que estão dispostos a vir cá para fornecer arroz a Moçambique e outros os países na região”, frisou. 

Conforme destacou o cônsul, alguns dos empresários tailandeses estão pela primeira vez por em Moçambique: “Queremos explorar as potencialidades de Moçambique para que possamos voltar à nossa terra e informar às pessoas na Tailândia sobre as oportunidades de negócio e partilhar algumas das experiências que pudemos recolher deste belo País”, finalizou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo