Nacional

Sem estrada asfaltada o povo vai sofrer sempre

Quando a nossa reportagem chegou a SOCIN, o maior Supermercado da província de Niassa estava encerrado e os seus trabalhadores estavam a fazer algumas arrumações. Motivo: falta de

 mercadoria.

Um dos sócios, Nadym Ismail, denotando um grande desgaste, disse que há mais de três meses que não consegue trazer mercadoria de Nacala devido principalmente, ao estado lastimoso em que a Estrada Nacional nº 13 se encontra.

“As pessoas que alugam os camiões para trazer as mercadorias já não aceitam vir a Lichinga, têm medo de estragar as suas viaturas, para além dos elevados custos relacionados com a logística dos seus motoristas”, explicou Nadym, adiantando que, como resultado, muitos produtos de primeira necessidade ficaram mais caros, para tristeza do pacato cidadão que vive através do seu magro salário.

Numa província sem indústria, continuou, é difícil baixar os preços dos produtos. Ismail pediu ao governo para acelerar as obras de asfaltagem da EN13 para permitir que o poder de compra das populações aumente com a baixa de preços. “Para não ter muitos prejuízos com a deterioração dos produtos, optamos por interromper a sua importação, esperando que cessem as chuvas, em Abril ou Maio, para voltarmos a meter mercadoria com segurança”.

Outro comerciante que aceitou falar para a nossa reportagem é Abdul Mussa, sócio-gerente da ELFER, uma empresa que se dedica à comercialização de material de construção. Começou por dizer que só há pouco tempo é que conseguiu “encher” a loja, depois de muito sacrifício.

A ELFER tem como fonte o Porto de Maputo. Segundo ele, neste momento o negócio não compensa, uma vez que é obrigado a pagar entre 190 mil meticais e 200 mil para trazer um contentor de Maputo para a capital provincial, Lichinga. “Eu sou de Nampula, para ir visitar a minha família penso mil vezes”, ironizou, caracterizando o estado precário em que se encontra a EN13.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo